Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

VÍRUS

Secretaria Estadual de Saúde confirma cinco mortes por H1N1 em Goiás

Caso mais recente aconteceu no HDT | 09.04.18 - 16:01 Secretaria Estadual de Saúde confirma cinco mortes por H1N1 em Goiás (FOTO: DIVULGAÇÃO/GOIÁS AGORA)

Rafaela Bernardes

Goiânia -
A Secretaria Estadual de Saúde informou, na tarde desta segunda-feira (9/4), que já foram registradas cinco mortes decorrentes do vírus H1N1 em Goiás só neste ano. O dado, que foi repassado ao jornal A Redação, já contabiliza o óbito registrado na manhã deste sábado (7) no Hospital de Doenças Tropicais (HDT), na capital. 
 
O caso mais recente de vítima da doença é o da dona de casa Neusa Araújo Rocha, de 49 anos, que estava internada no HDT desde o dia 13 de março. Em nota, o hospital informou que a paciente, que já havia sido diagnosticada com o vírus H1N1, estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e não resistiu às complicações médicas decorrentes do vírus. 
 
O hospital informou, ainda, que do dia 1° de janeiro ao dia 7 de abril foram confirmados quatro casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) pelo vírus Influenza A  H1N1 e um caso de Influenza B em pacientes que buscaram por atendimento na unidade. O HDT esclareceu também que oito casos considerados suspeitos de H1N1 já foram descartados e seis ainda estão em investigação.
 
Além dos casos de mortes confirmados, a SES informou também que outros 44 casos da doença já foram confirmados em Goiás e outros 92 casos estão sendo investigados. Nesta terça-feira (10), a Secretaria vai conceder uma coletiva à imprensa para atualizar os dados referentes a doença no Estado. 
 
A campanha de vacinação do Ministério da Saúde está prevista para começar no dia 23 de abril. No calendário, que segue até o dia 2 de junho, apenas os grupos considerados de risco vão receber a dose da vacina gratuitamente. 
 
SUSPEITA
Uma criança de três meses de vida morreu na manhã deste domingo (8) no Hospital Infantil de Campinas. A principal suspeita para a morte de Eliel Bernardo Lacerda é a de contaminação pelo vírus H1N1. A Secretaria Estadual de Saúde investiga a causa da morte. 

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351